HIGIENE ORAL

Tratamento

A Higiene Oral é uma das formas mais importantes de prevenção de doenças orais. Para além da higiene que deve ser mantida durante o dia-a-dia, como a escovagem de dentes e a utilização de fio dentário, é necessário que siga alguns conselhos que a assegurem. Neste espaço, poderá encontrar todas as dicas necessárias para nunca descurar a sua higiene e saúde oral.

PREVENÇÃO E DIETA

A importância dos dentes nos dias que correm, vai muito além da mastigação, pois os dentes interferem também na fonética, estética, posturologia, entre outros. Além disso, a sociedade moderna tornou-se exigente na matéria da estética facial, pelo que uma imagem cuidada e um sorriso perfeito se tornaram cartão de visita quase indispensável.

A higienização diária e a visita regular ao dentista (de 6 em 6 meses) são fatores decisivos na manutenção da saúde bucal como um todo, evitando assim as doenças orais:

  • gengivites;
  • periodontites;
  • cáries dentárias;
  • cáries de raiz;
  • xerostomia;
  • lesões da mucosa oral (candidíases, leucoplasias, etc.);
  • podendo em alguns casos extremos, induzir a quistos ou até cancro oral;

Uma dieta saudável é de extrema importância. Devendo-se também evitar excesso de café, consumo de tabaco, etc.

PREVENÇÃO DE CÁRIES DENTÁRIAS

As cáries dentárias previnem-se, fazendo uma higiene oral diária correta.  Use a escova, o dentífrico e a técnica de escovagem adequada e aconselhada pelo seu médico dentista.

Nas crianças, o médico dentista poderá considerar pertinente a colocação de selantes de fissuras (verniz fluoretado que liberta flúor a longo prazo, prevenindo desta forma a cárie).

Na fase inicial da cárie dentária, apenas o esmalte está destruído e não provoca dor de dentes, devendo por isso procurar um médico dentista e marcar uma consulta de prevenção.

Numa fase avançada, cárie profunda, existe a destruição do esmalte e da dentina, com formação de uma cavidade no dente. Nesta altura pode haver dor ao frio ou ao quente e com alimentos doces. Habitualmente, se a dor não é contínua ou se alivia após o estímulo, estamos perante uma pulpite reversível.

Numa fase muito avançada, cárie em estado avançado, são atingidos os vasos e os nervos, a destruição do dente atinge a polpa, podendo ou não existir dor. Muitas vezes dá origem a um abcesso que se não for tratado poderá evoluir para granuloma e, consequentemente, para quisto. A dor espontânea e contínua é sintoma de pulpite irreversível.

 

Como usar o fio dental corretamente

Com o fio dental higieniza-se os espaços entre os dentes, onde a escova não consegue chegar. Com cerca de 30 cm de fita em cada um dos dedos médios, segure a fita entre os dedos polegar e o indicador, deixando um espaço de cerca de 5 cm entre ambos. Use os polegares para orientar a fita nos dentes com movimentos suaves para trás e para a frente.

Evite o consumo exagerado de açúcares. Sempre que consumir alimentos açucarados deve lavar os dentes de imediato. Preferencialmente, não consuma doces entre as refeições e antes de deitar.

A PASTILHA ELÁSTICA NÃO SUBSTITUI A ESCOVAGEM

A pastilha elástica sem açúcar pode ser usada, por vezes, a seguir às refeições como forma de promover a limpeza da boca. Ao mascar a pastilha elástica há maior produção de saliva, que ajuda a soltar os restos de comida que podem ficar entre os dentes. No entanto, esta solução não deve ser adotada frequentemente e nem pode ser uma substituta da escovagem. Podemos também considerar outras formas de auxilio na higiene oral, como a maça verde e a utilização de palito.

DESTARTARIZAÇÃO

A destartarização ultrassónica é um método muito eficaz na remoção do tártaro. Na nossa consulta, realizamos limpeza complementando com polimento e jato de bicarbonato de sódio.

É feita a remoção da placa bacteriana, permitindo recuperar o ligamento e a aderência dos tecidos, tornando as gengivas e os dentes mais saudáveis e obviamente limpos. No final, aplicamos flúor de modo a que possa haver remineralização do esmalte e inibição de sensibilidade pós-operatória. Em casos mais avançados recorremos à curetagem das bolsas gengivais por meio de curetas periodontais e baseando-nos no estudo radiográfico das respetivas bolsas.

Contacte-nos para mais informações, temos higienistas especificamente para este tratamento.

AGENDE A SUA CONSULTA

Horário alargado e facilidades no agendamento de consulta garantidos!